Reduzir medidas, afinar a cintura e acabar com a celulite? Beba chá! 

É tudo o que você sempre quis: efeito de tratamento estético em casa, sem perder tempo nem gastar muito. É só escolher as ervas certas.
 
por Eliane Contreras 

Se você come muito, engorda. Confere? Mas se faz o inverso nem sempre emagrece com facilidade. A resistência em eliminar o excesso de peso pode ser sinal de que o seu organismo está acumulando toxinas. Em excesso, elas prejudicam o funcionamento dos órgãos e, com isso, desequilibram o metabolismo — estágio em que a dieta custa a surtir efeito. As substâncias tóxicas também podem (que tristeza!) fazer a celulite aparecer poderosa.

A boa notícia é que existem antídotos naturais contra essas inimigas. São ervas, raízes e especiarias que podem ser usadas na forma de chás, sucos ou temperos. “Classificadas como plantas medicinais, várias delas melhoram o processo digestivo, livrando o organismo das toxinas”, garante a nutricionista Vanderlí Marchiori, especializada em fitoterapia e colaboradora da Associação Paulista de Nutrição. A partir daí tudo funciona melhor. “Sem agentes agressores, até os hormônios femininos ficam mais equilibrados.”

Mas você precisa facilitar o trabalho das ervas. E, para isso, é preciso combiná-las a uma dieta também desintoxicante. O cardápio sugerido pela nutricionista (confira a seguir) dura três dias. “Esse é o tempo necessário para as ervas deixarem o corpo menos resistente à perda de peso,” diz Vanderlí. Depois dessa fase, você tem duas possibilidades: reduzir medidas ou combater a celulite. No primeiro caso, basta optar pelas ervas que têm o poder de acelerar o metabolismo, favorecendo a queima de gordura. No segundo, a escolha é pelas plantas que estimulam a circulação e evitam a retenção de líquidos. Mas, atenção: os dois tratamentos devem durar dez dias para que os resultados possam ser notados. Se quiser fazer os dois tratamentos, vá em frente: só precisa terminar um para começar o outro.

Na segunda fase, a dieta é livre. Mas não adianta você tomar um chazinho e voltar a se entupir de fritura, açúcar, sal e comidas superindustrializadas, carregadas de sódio, corantes e conservantes. “O consumo excessivo e sistemático desses alimentos colaboram para que o corpo armazene toxinas e radicais livres, que se traduzem em gordura localizada, celulite e envelhecimento precoce”, completa a nutricionista. Além disso, esses ladrões de energia acarretam o acúmulo de metais pesados como alumínio e chumbo. São substâncias que agridem especialmente o estômago, a vesícula e o fígado, o que também pesa na balança. Portanto, evite-os enquanto estiver usando as ervas. Depois, é claro que você pode voltar a consumir produtos industrializados — eles facilitam a vida deliciosamente —, mas vá com calma: consuma-os com menos freqüência e em menor quantidade. E, se perceber que exagerou, repita os três dias de desintoxicação. Só tenha o cuidado de variar as ervas. A mesma recomendação vale para o grupo dos chás emagrecedores e anticelulite. “Apesar de não ter contra-indicações, não é bom usar a mesma planta por muito tempo”, alerta José Alvarenga Macedo, professor da Universidade de Minas Gerais (UFMG), em Belo Horizonte, e cirurgião especializado em medicina estética e fitoterapia. Então, consulte as listas de ervas e coloque a água para ferver!

primeiro, desintoxicar!
Os chás desintoxicantes — três a quatro copos por dia — precisam ser combinados à dieta de três dias. Se preferir, beba um copo meia hora antes das refeições principais (café da manhã, almoço e jantar). Nesses horários, além do efeito terapêutico, o chá ajuda a dar saciedade. Prepare-o com uma, duas ou no máximo três ervas.
Salsaparrilha (Smilax sp): diurética e depurativa, ajuda a eliminar os metais pesados.
Dente-de-leão (Taraxacum officinale): tem ação diurética e melhora o funcionamento do intestino.
Capim-limão (Cymbopogon citratus): facilita a digestão e reduz a retenção de líquidos.
Alecrim (Rosmarinus officinalis): ativa a circulação e combate os radicais livres.


pronta para emagrecer
Depois da fase de desintoxicação, você está liberada para enxugar as medidas ou até 1,5 quilo com os chás emagrecedores. O tratamento deve durar dez dias, com três a quatro copos de chá por dia. E não esqueça: nessa fase, a dieta fica à sua escolha, mas os ladrões de energia (açúcar, sal, fritura e alimentos industrializados) continuam suspensos. Combine até três ervas.

Carqueja (Bacchris trimera Less): tem efeito diurético e diminui os níveis de açúcar no sangue.
Chá verde (Camelia sinensis): estimula a digestão e facilita a queima de gordura.
Gengibre (Zingiber officinale): dá saciedade e acelera o metabolismo.
Guaçatonga (Casearia sylvestris): ativa a digestão das gorduras e tem ação diurética.
Laranja-da-terra (Citrus aurantium): aumenta o ritmo do metabolismo e estimula a digestão.
Sete-sangrias (Cuphea balsamona): é diurética e levemente laxativa.

ataque à celulite
Você pode usar os chás anticelulite antes ou depois da turma dos emagrecedores. Mas não antes da desintoxicação. As recomendações também são as mesmas: manter os ladrões de energia à distância e beber os chás, de três a quatro copos diários, por dez dias. Misture uma, duas ou as três ervas.
Cavalinha (Equisetum arvense): é diurética e desintoxicante.
Hamamélis (Hamamelis virginiana): tem ação antiinflamatória e reduz a retenção de líquido e gordura responsáveis pela celulite.
Castanha-da-índia (Aesculus hippocastanum): melhora a permeabilidade dos vasos e diminui o inchaço.

o jeito certo de fazer
Para garantir o efeito terapêutico do chá, você deve ferver a água, juntar a erva ou especiaria e deixar levantar fervura. Desligue o fogo e abafe por 15 minutos. Coe e beba quente, morno ou gelado — sem açúcar ou adoçante. Medidas: use uma colher de sopa de cada erva para um litro de água. Se a erva for fresca, triplique a medida. Armazene o chá em um recipiente de vidro. 

FONTE
Matéria Revista boa forma



 
VISITE NOSSA LOJA VIRTUAL 
 
com mais de 200 tipos de ervas 
 
   clique aqui www.chaecia.com.br